10 de dezembro de 2009 às 00:39

As 11 mães mais singulares do mundo

~ BIG FAMILY TAMBÉM É CULTURA ~

(toda semana uma reportagem)

O amor materno vem em muitos jeitos diferentes: mesmo com oito filhos ou 69, o carinho e cuidado é o mesmo. Nesta lista, destacamos 11 mulheres que se destacam, pela idade, número de filhos ou até mesmo o primeiro homem grávido do mundo. Não deixe de conferir!


11. A mãe com o maior número de filhos sobreviventes de um único parto


A estadunidense Nadya Denise Doud-Suleman Gutierrez, a octomãe, deu à luz a oito bebês em janeiro de 2009. Os óctuplos são o segundo caso registrado de um número tão grande de bebês que sobrevivem ao parto. O caso levou a uma polêmica no campo da tecnologia de fertilidade assistida, já que Gutierrez, que é solteira, já tinha seis filhos, e ficou grávida dos óctuplos a partir de tratamentos contra infertilidade, assim como seus outros filhos.


10. A mãe mais jovem do mundo

Em 1939, surgiu em um hospital em Pisco, no Peru, um dos casos mais assombrosos de gravidez: uma índia das proximidades levou ao hospital uma garota de cinco anos, com um abdome enorme. A mulher acreditava que ela estava possuída por espíritos malignos, e o médico achou que ela tinha um tumor. Após exames, o médico Geraldo Lozada constatou a gravidez de oito meses na pequena Lina Medina.

O médico então levou a garota para Lima, capital do país, onde outros médicos realizaram exames e confirmaram a gravidez. No dia 14 de maio de 1939, Medina deu à luz a um bebê por meio de uma cesárea. O filho da jovem garota pesava 2,7 quilos, e recebeu o nome do médico que cuidou da sua mãe. Ele foi criado achando que sua mãe era sua irmã, mas descobriu a verdade aos dez anos.


9. A mãe de primeira viagem mais velha do mundo

Rajo Devi Lohan teve seu primeiro filho em novembro de 2008, aos 70 anos. Ela afirmou que tinha esperado por mais de 40 anos para ter este filho, e que planeja amamentá-lo por pelo menos três anos.


8. A mãe com o maior número de partos

Feodor Vassilyev era um camponês de Shuya, na Rússia. Embora ele não fosse digno de registros, sua esposa, chamada Valentina Vassilyeva, bateu o recorde do maior número de filhos paridos por uma única mulher. Ela deu à luz a 69 crianças: 16 pares de gêmeos, 7 trigêmeos e 4 quadrigêmeos entre 1725 e 1765, totalizando 27 partos. Dos 69 filhos, 67 sobreviveram.

No mundo moderno, o recorde fica com Leontina Albina, de San Antonio, no Chile. Ela afirma ser mãe de 64 crianças, destas, 55 estão devidamente documentadas. A mulher com o maior número de filhos que não são gêmeos é Lívia Ionce. A mulher romena, de 44 anos, deu á luz ao seu 18° filho em 2008.


7. A primeira mãe-homem

Thomas Beatie nasceu como mulher mas passou por procedimentos para se tornar um homem. Ele vive em Oregon, nos Estados Unidos, com sua esposa Nancy. Beatie passou por tratamentos hormonais e cirurgias, mas ainda tem seus órgãos reprodutivos femininos. Em 29 de junho, ele deu à luz a uma filha, e tem e já está grávido novamente.

A sua esposa não pode ter filhos porque sofreu uma histerectomia. O casal teve a filha a partir de uma inseminação artificial, utilizando o esperma de um doador e o óvulo de Beatie.


6. A mãe mais velha de gêmeos


Omkari Panwar, aos 70 anos, queria ter um filho. Para realizar o sonho da esposa, Charan Singh Panwar, de 77 anos, vendeu seus búfalos e hipotecou a terra em que eles viviam, além de gastar todas as suas economias para pagar para o tratamento que deixaria sua esposa grávida. Assim, Panwar ficou grávida de gêmeos, um garoto e uma garota, que nasceram prematuramente, mas que são saudáveis, segundo médicos. O casal já tinha duas filhas adultas, além de cinco netos.


5. A mãe de aluguel mais fértil

Carole Horlock, de 42 anos, deu à luz a 12 bebês em 13 anos, inclusive a trigêmeos. Ela afirma que, quando começou a ser mãe de aluguel, ela pensou em fazer aquilo uma vez, mas que gostou muito da experiência. Ela diz que não tem nenhuma exigência aos pais dos trigêmeos, só pediu que eles mandassem uma carta e uma foto anualmente, para que ela soubesse como eles estão. Entretanto, as experiências desta estadunidense não são todas boas: o pai da mulher não se relaciona com ela, revoltado porque ela está doando seus netos.


4. A menor mãe do mundo


a mãe mais baixinha do mundo está prestes a ter seu terceiro filho, apesar de avisos de que ela pode estar arriscando a própria vida. Stacey Herald tem apenas 70 centímetros de altura e desafiou os médicos que diziam que ela não poderia ter filhos devido à sua diminuta estatura.

Ela e seu marido, que tem uma altura normal, estão aguardando ansiosamente pelo nascimento de seu terceiro filho. Enquanto está grávida, Stacey não consegue segurar sua outra filha, porque a barriga atrapalha muito. Ela admite que ficar grávida é desconfortável, mas afirma que tem vontade de ter mais filhos.


3. A mãe do menor bebê do mundo

Mahajabeen Sheikh deu à luz a Rumaisa Rahman em setembro de 2004. A bebê pesava menos de 300 gramas e tinha apenas 25 centímetros de comprimento. Ela nasceu prematura, com apenas 26 semanas e seis dias. Rumaisa nasceu com uma irmã gêmea, chamada Hiba, que pesava quase 700 gramas quando nasceu. Agora, as duas bebês estão saudáveis.


2. A mãe com o maior intervalo entre cada gravidez

Elizabeth Ann Buttle teve dois filhos, Belinda e Joseph, o que, sozinho, não é nada de mais. Porém, Belinda nasceu em 1956, e seu irmão Joseph nasceu em 1997, com um intervalo de 41 anos e 185 dias entre cada nascimento.


1. A mãe solteira sem braços

A artista Alison Lapper nasceu em 1965 com uma condição médica rara, que fez com que ela desenvolvesse as pernas curtas, além de não ter braços. Ela viveu toda a sua vida em uma escola especial na Inglaterra, e aos 26 anos se formou em Belas Artes. Em 2000, após um breve relacionamento, ela descobriu que estava grávida. O homem fugiu da responsabilidade, mas Lapper afirma ter ficado muito feliz com a gravidez. Ela deu à luz a um garoto chamado Parys.


-->FONTE DO TEXTO

15 comentários

Karim Scharf 10 de dezembro de 2009 08:54

Amiga... que matéria linda!!!! Tô arrepiada!! Beijos

Lahna Pereira 10 de dezembro de 2009 13:18

fascinante *----*
adoreeeii, adoro ficar sabendo de coisas assim, interessante demais ^^

Elane 10 de dezembro de 2009 14:55

Oiiii Mile,muitooooooo legal esse post, super interessante, PARABÉNS a todos vcs pelo Robertinho, muita saúde p/ele....sempre,pelo q vi em posts anteriores sua mãe já tá bem né? cheguei a mandar um e-mail p/ vcs qd ela estava internada, espero q tenha recebido, ñ vi nem um post por aqui, li no site da laurinha, mas como lá ñ sou participante ñ tem como comentar,em ks tb é díficil de comentar aqui, acho q já escrevi aqui q uso net discada....tb vi o post do questinário(to aproveitando q to em uma lan, p/ ver post anteriores) quero responder...super atrasada, mas acho q vale né?
1. ñ tenho blogger(e-mail, bom já escrevi p/ vc,mas aí vai ele rs)elaneribeiro@gmail.com
2.cidade, eu sempre digo né ,acho q leu...rs..Manaus -AM
3.descobri o blogger,, por outro blogger, masssssss ñ lembro mesmo por qual ...
4.se minha net permitisse, visitaria diariamente vcs, pois vcs são admiráveis, sua família é linda, um exemplo...amooo visitar esse cantinho
5.eu gosto de td no blogger, ele é um encanto..... digo vcs
6. qd ñ comento é pq minha net ñ deixa..rsss, é sérioooooo

ABRAÇOS,Elane Ribeiro, Manaus-AM..

Renata 10 de dezembro de 2009 16:31

adoreiiiiiiiiiiii..queria ver 100 casos e não 10!!!!!rs...

Lis 10 de dezembro de 2009 19:13

Puxa que post, bacana...gosteiii até indiquei num grupo de mães que participo.bjs

RITINHA 10 de dezembro de 2009 21:40

Já tinha visto essas mães, é legal, né?
Adorei!
Beijos!

Ema Lúcia _Eminha 11 de dezembro de 2009 18:58

Nossa q reportagem mas tenebrosa kkkk!
E essa barriga eh essa com 8! Ta maluco!!!
se 1 ja chuta imagina 8!
E as velhinhas? Fiquei impressionada!
A mae sem braços eh uma corajosa!
E a anã tambem! Eu conheco uma ana q tem um filho q tb é anao!
Ele eh uma figurinha mega engraçado!
Vou comentar nos outros posts.
Beijos
Eminha

Laís Assis 11 de dezembro de 2009 20:12

Essa menina de 5 anos é inacreditavel! Gostei do post, Mile, muito interessante. Mãe é sempre mãe, né?

Bjo!!

Anônimo 8 de janeiro de 2010 15:31

É legal ler essas matérias ainda mais estando grávida,estou grávida de 5 meses,e é realmente lindo ser mãe e aposto q todas as mulheres desejam ser mãe pelo menos 1 vez na vida!!
É realmente,se Deus quer ninguém consegue impedir!!
Matéria nota 10!!
Bjssss...

Luiz Gustavo Santos 30 de janeiro de 2010 22:34

Gostei d+ do seu blog, parece ser uma familia linda!

Ashley 22 de junho de 2010 17:28

Minha mae gosta mais das outras pessoas do que de mim

Anônimo 6 de janeiro de 2011 01:41

Nossaaaaaaaaa , eu ainda nao sou mae porque tenho 17 anos e acho que ainda nao eh a hora de ter filhos, mais meu maior desejo eh ser mae. Achei uma materia muito interessante e bonita ! eu amei =]

beeeeeeeeeeijos =*

Anônimo 17 de janeiro de 2011 15:04

ADOREI A MATÉRIA!!! SER MÃE É MESMO UMA DÁDIVA DIVINA. MINHA AVÓ MATERNA TEVE 21 FILHOS E É A MULHER MAIS VIRTUOSA QUE CONHEÇO. SE EU NÃO FOSSE GAY, ADORARIA TER PELO MENOS UNS 10 FILHOS. *LUCAS - GOIÂNIA.

lllluuuuaaaa 6 de abril de 2011 20:11

*_* d+ amei parabens ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei

Anônimo 4 de março de 2013 23:43

drumhead: You can easily avail worthy Coupons on I believe I can assist you.
Thankfully, At that place are a mixture of methods for a
continuous quint percent rebate.

Feel free to surf to my web-site couponcoderoundup.com

Postar um comentário